Branding Esporte Clube, a nova marca da Águia

Trabalho de conclusão da Especialização em Design Gráfico apresentado ao Departamento de Pós-Graduação do SENAC, Campus São José dos Campos.

Este trabalho foi apresentado como projeto de conclusão de curso da especialização em Design Gráfico do centroo universitátio Senac, unidade de São josé dos Campo-SP.  Busca compreender e apresentar  de maneira  concreta, os elementos presentes no branding desportivo e suas relaçoes com a paixão pelo futebol. Apresenta-se um panorama macro da situação de times de renome demonstrando-se como estes superaram dificuldades, e se posicionaram nacional e internacionalmente. Para tanto, é indispensável o entendimento das metodologias de gestão de marca e como estas foram aplicadas dentro da realidade dos clubes. Todo o processo de pesquisa e analise tem como intuito a busca pela ativação de uma nova identidade visual, haja vista a mesma ser a representação de um ideal, um produto ou serviço, precedido pelo cliente potencial. Pretende-se com o estudo apresentado, não somente recuperar a reputação do clube, mas reacender a paixão pelo azul, amarelo e branco da Águia do Vale.
Referências históricas
O São José Esporte Clube já fez várias fusões ao longo de seus 74 anos de vida, e a cada uma delas, novos símbolo, cores e elementos foram inseridos e retirados de suas representações. Em 1976 o clube passou a utilizar o atual nome, antes disso o Esporte Clube São José ainda era chamado de “Formigão do Vale”, devido a quantidade enorme de formigas do tipo “içá” que voavam pela cidade.  Para o novo momento, o São José trocou de nome, de cores (antes era preto e branco) e de mascote. A Águia foi escolhida para representar o clube do Vale do Paraíba pelo valor simbólico de força e garra.Durante todas essas décadas muitos foram os símbolos utilizados tanto em seus uniformes oficiais, quanto em souvenirs e até mesmo introduzidos pelos torcedores, em busca de representações mais eficazes da paixão pelo time joseense.
Apesar de quase 70% dos entrevistados reconhecerem as cores utilizadas como identidade do clube, nehum deles soube afirmar os reais significados e todos, sem exceções, vincularam os mesmo, exclusivamente a bandeira do munícipio. Em relação aos símbolos a situação é ainda mais grave. Mais de 80% dos tocedores não os reconhecem e não conseguem vinculá-los ao time de futebol. Quando o reconhecimento é feito, mais uma vez, ele se dá em relação a atributos relativos apenas a cidade de São José dos Campos.
Para iniciar o projeto da nova identidade, mais uma vez, recorre-se a pesquisa para entender quais são os símbolos, utilizados ou não na identidade atual, e se são reconhecidos e representativos para o torcedor do São José Esporte Clube. Duas questões foram levantadas junto aos entrevistados. Uma enumera os símbolos em grau de importância relativos ao clube especificamente e outra aborda a mesma metodologia, porém associando símbolos à cidade de São José dos Campos.
Processo de construção
Toda a informação coletada precisa ser organizada de maneira que oriente e coordene o desenvolvimento da identidade visual. Inicialmente foi aplicado o conteúdo da pesquisa, que aborda os principais acontecimentos históricos do São José Esporte Clube, segundo os torcedores, o mapa mental. Juntamente com esses fatos históricos foram alinhadas expressões e palavras chaves ligadas ao time, ao universo do futebol e também, aos valores do joseense.
Assim como o Mapa Mental o Painel Semântico organiza as informações capitadas no processo de pesquisa de modo sistemático para auxiliar o desenvolvimento da fase criativa do projeto. A grande diferença entre as duas ferramentas é que o painel é construído exclusivamente com imagens, relacionadas aos elementos conceituais abordados no Mapa Mental. A flexibilidade do painel também permite que sejam agrupados a esses conceitos e insights visuais que já começam a atribuir formas aos possíveis  elementos gráficos da nova identidade.
Durante o processo criativo foram testadas várias formas que unificassem os pricipais símbolos identificados: A referência à bandeira da cidade, à Águia que traduz toda tradição do clube e a forma circular, representando o centro da atenção no futebol, a bola.
Outra preocupação era a simplificação de tais elementos, buscando respeitar princípios básicos do design como legibilidade, adaptabilidade e reprodutividade.
Após a exaustiva procura por essa unificação, o processo foi levado às ferramentas gráficas para o refinamento e padronização das formas, evitando problemas de distorções encontrados nos símbolos anteriores. 
Conceito da identidade visual
Finalizando o processo de construção da nova identidade visual segue uma análise de cada elemento sintetizado na composição, como se encaixam e como representam a união citada anteriormente como essencial para reformulação do time como marca. Vale salientar ainda que, segundo a pesquisa, mais de 40% dos torcedores tem ressalvas em  relação a mudança no escuto do time, o principal elemento visual a ser explorado. Portanto, a primeira análise é feita em relação a presença desses elementos na identidade.
A roda dentada e as estrelas foram mantidas, bem como a forma circular. Esses elementos fazem alusão direta a bandeira da cidade e ao símbolo anterior. Na nova identidade as estrelas, representação dos dois distritos (Eugênio de Melo e São Francisco Xavier) e da cidade, são ditribuídas mais simetricamente e a roda dentada recebe um corte, criando a sensação da cidade como espectadora do que acontece em campo.
A grande novidade da identidade é a inserção da Águia ao escudo. De maneira sutil, a cabeça da águia toma o lugar da listra branca, porém, mantém a ideia do curso do Rio Paraíba e ainda faz referência a aerodinâmica dos aviões. Elemento que entra como agregador cultural do joeesense, traduzindo em poucos traços o rio que divide a cidade, a paixão pelo futebol e o orgulho de ser a grande pátria da aeronáutica do país.
O resultado, a nova identidade, será desmenbrado em seus conceitos e elemtentos no próximo capítulo. No entanto, sua composição final deixa clara as melhorias em relação a  simetria, o sucesso na inserção de elementos da tradição do time, sem descaracterizar totamente o brasão anterior, e, sobretudo, a diferenciação e personalidade pretendida entre os outros desportos da cidade.
Projeto completo
issuu.com/Lucaz/docs/senac_brandingesporteclube?e=1064571/5255525
Construção e Aplicações
Brand Book
 
issuu.com/Lucaz/docs/aquia_bb?e=1064571/5255867
Back to Top